PoliGNU/CartaSenadores

De Cadernoteca Livre
Ir para: navegação, pesquisa

Caros senadores,

podemos dividir os meios de comunicação em duas categorias. Uma delas na qual o usuário é passivo ou, como se costuma dizer, telespectador. A outra é a que o usuário é ativo no processo comunicativo, a informação produzida e transferida depende do usuário, que também tem a opção de discordar da informação a ele tansmitida e gerar um diálogo.

Pensando nestas duas categorias, rádios, televisões e jornais (concessões públicas feitas pelo Estado a grupos privados) se enquadram na primeira categoria, enquanto Telefonia (do ponto de vista do usuário, não das "Teles"), carta e a internet se enquadram na segunda categoria.

Na internet os usuários não são telespectadores, mas sim parte fundamental do processo de construção da informação. A eles está disponível a possibilidade de criar, expor suas opiniões, debater, criticar e ser criticado. Isso tudo de forma livre de censuras e de custos, qualquer pessoa pode criar um blog (existem dezenas de serviços gratuitos) ou uma página para expressar sua opinião ou questionar a opinião de outrém, ou mesmo enviar um email. Assim como por telefone qualquer um pode dizer o que pensa, e quem está do outro lado da linha também pode, seja para concordar ou criticar.

Faz parte do processo eleitoral, também, a troca de informações entre os eleitores, e a internet, assim como o telefone, serve para facilitar este processso e torná-lo mais intenso e amplo, fortificando assim nossa democracia.


    • Pensei em usar a constituição na argumentação também....